publicidade

Foto: Will Assunção/JUP

O vereador Jadiel Carvalho (PSD) disse na sexta-feira (26) que um parlamentar deixou o plenário da Câmara para gravar uma reunião interna, realizada minutos antes de iniciar a sessão.

“Mais vergonha, que eu acho, é um vereador sair daqui [do plenário], ajeitar o celular para gravar conversa nossa lá dentro”, disse.

“[...] eu gritei ele, isso que é vergonha: gravar conversa nossa lá dentro.

O vereador José Roberto (PSB) se manifestou calorosamente ao pedir ao presidente Raul de Cássio (PSD) direito à fala para rebater a acusação. No entanto, o pedido foi negado.

publicidade

publicidade