Devido ao agravamento do cenário epidemiológico, o prefeito de Rio de Contas, Cristiano Azevedo, decreta medidas temporárias de isolamento social e restrição de circulação noturna para conter o avanço da pandemia do novo coronavírus em Marcolino Moura.

O decreto, que entrou em vigor neste sábado (1º), foi publicado na sexta-feira (31) e prevê o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, a fim de evitar o colapso do sistema de saúde local.

Fica determinado no decreto a restrição de locomoção noturna, vedada a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas em Marcolino Moura, das 20h às 5h da manhã, até o dia 10 de agosto de 2020.

As restrições limitam-se à circulação de pessoas para fins de acesso aos serviços essenciais ou sua prestação, comprovando-se a necessidade e urgência, preferencialmente, de maneira individual, sem acompanhante.

Durante a vigência do toque de recolher fica suspenso, com possibilidade de prorrogação, o funcionamento de toda e qualquer atividade comercial e prestação de serviços.

Os responsáveis pelos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços não poderão admitir, sob nenhuma hipótese ou alegação, a entrada ou permanência de nenhum cliente no interior da loja, que deverá permanecer com as portas fechadas.

Continuam proibidos o funcionamento da feira livre, como também do comércio ambulante nas vias e logradouros públicos. Permanece obrigatório, em todo o distrito, o uso de máscaras de proteção facial, industriais ou caseiras, por todas as pessoas que precisarem sair de suas residências, principalmente quando dentro de qualquer forma de transporte público, individual ou coletivo, em espaços ou locais públicos, ou no interior de estabelecimentos abertos ao público, sob pena de ser autuado em flagrante pela prática dos crimes contra a saúde pública e desobediência.

Cabe a guarda municipal, ou a força policial, conduzir o infrator, para a lavratura de boletim de ocorrência policial, bem como as demais providências legais cabíveis.

Fica proibida a realização de atividades esportivas tipo caminhada, corridas, exercícios, como também de qualquer outra atividade nas calçadas, praças, e vias públicas.

Fica proibida a realização de festas e reuniões em espaços públicos e particulares. Os prazos definidos no presente decreto e seus efeitos poderão ser prorrogados por iguais períodos, ou revogados, em ato normativo do Poder Executivo.

Para a garantia do pleno cumprimento do disposto no presente decreto, poderá a administração municipal buscar o apoio das forças militares do Estado da Bahia, para, em conjunto com a Guarda Municipal, coibir eventuais ações de descumprimentos das regras.

CASOS 
O número de infectados pelo novo coronavírus registrados em Rio de Contas chegou a 22 hoje; 5 estão curados e não há nenhuma morte causada pelo vírus.

Neste sábado, a Secretaria de Saúde de Rio de Contas registrou mais cinco casos positivos de coronavírus no município. Os pacientes atestaram positivo após exame RT-PCR, segundo informou comunicado da pasta.

Os novos casos possuem vínculo epidemiológico com os anteriores, diz o comunicado. De acordo com a Secretaria, o paciente apresenta quadro estável e mantém isolamento domiciliar além de ser monitorado por uma equipe do PSF.

Em Rio de Contas, após registros de casos dos quais não foram possíveis realizar rastreamento do local de contaminação, ficou evidenciado pela Secretaria de Saúde transmissão comunitária.

publicidade

publicidade