Foto: JUP

ATUALIZADA

O médico José Guilherme Carvalhal França morreu aos 93 anos na sexta-feira (29) em Salvador, vítima de uma parada cardiorrespiratória. O médico já enfrentava alguns problemas de saúde e estava internado no Hospital Português onde morreu, segundo o obituário do Cemitério Campo Santo. O hospital descartou Covid-19.

O médico foi sepultado no sábado (30) no Cemitério Campo Santo, na Federação, em Salvador.

O médico cirurgião era aposentado e morava na Graça com a família, bairro da capital baiana.

Carvalhal foi médico, professor adjunto de cirurgia da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia (UFBA), diretor da clínica Coração de Jesus, presidente da Sociedade Beneficente, entre outras ocupações que lhe conferiram status de profissional reconhecido internacionalmente como cirurgião geral.

Ao assumir o cargo de presidente da Sociedade Beneficente, o médico atuou com objetivo de amparar a população carente de Salvador. Carvalhal atuou em pronto-socorro e durante anos das décadas de 1990 e 2000 foi médico na Casa de Saúde Ana Medrado Luz, em Jussiape.

Doutor Carvalhal, como ficou conhecido em Jussiape, também foi escritor e poeta. O médico chegou a escrever livros, quatro deles ficaram disponíveis no mercado editorial, inclusive em sites de venda de títulos literários.

O médico manteve um blog, onde se descrevia como “lírio neivado, trovador cristão, brisas marinhas que passas balsâmicas, epitalâmicas flores do coração! Sou como a árvore agreste do rochedo, vendaval que sopra no sopé da montanha, que trago no peito um trágico segredo, que me prende à via láctea com a teia de aranha.

O médico deixa 15 filhos e netos.

publicidade

publicidade