Ads Top

‘Achei grandeza do presidente’, diz Medrado sobre Mendes ‘abraçar ideia’ das cestas básicas


Foto: Will Assunção/JUP

Vereadores se reuniram na manhã da sexta-feira (15) após a Câmara suspender as sessões ainda em março deste ano devido à pandemia do novo coronavírus.

O presidente da Câmara, Jadiel Mendes (PSD), anunciou que a Casa fará um repasse ao município de um valor em torno de R$ 3.500 que será convertido em cinquenta cestas básicas para famílias em estado de vulnerabilidade em Jussiape.

O benefício está previsto para os próximos três meses. No entanto, Mendes afirmou que há a possibilidade de prorrogar o repasse para a compra das cestas básicas tendo em vista o cenário em que se encontrará o município diante da pandemia do novo coronavírus.



A vereadora Vanusa Medrado (PSD) falou na última sessão sobre “a ideia de fazer algo que contemplasse a população, principalmente as famílias mais vulneráveis” do município.

A vereadora, que afirmou ter procurado o presidente e levado a ele a sugestão da possibilidade da Egrégia Casa oferecer alguma ajuda às famílias em estado de vulnerabilidade, parabenizou Mendes “pela atitude e por abraçar a ideia”.

“Achei prudente levar a ideia ao presidente, que desde o início se mostrou muito favorável, mas não se esquecendo que esta Câmara é um órgão colegiado”, reforça a parlamentar e enfatiza que “as decisões não devem ser tomadas de forma individual”.

“Achei que seria conveniente, em nome da Câmara, buscar alguma alternativa para que a gente pudesse contemplar algumas famílias do município”, completa Medrado. “Algumas pessoas foram afastadas dos seus trabalhos até mesmo por orientação da OMS”, observa a parlamentar. “Nada mais sensato do que dividir com os colegas, até porque quem delibera não sou eu, e, sim, todos nós [vereadores]”, pontuou.



Foto: Will Assunção/JUP

A Prefeitura destinará à população o mesmo número de cestas básicas garantido pela Câmara, informou o prefeito de Jussiape Éder Jakes (PSD).

Ainda de acordo com o prefeito, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social, fará a distribuição dessas cestas adotando critérios específicos, que levem em conta a vulnerabilidade social, e que fortaleçam o combate à pandemia da Covid-19.

O recurso, que será devolvido ao Executivo, e destinado a ações que beneficiarão famílias em estado de vulnerabilidade no município “é uma indicação dos nove vereadores, ainda que os dois vereadores da oposição não estejam aqui hoje”, pontuou o presidente.

Tecnologia do Blogger.