Ads Top

Em vídeo, Éder anuncia retorno do comércio e da feira livre em Jussiape



Em um vídeo, que circula em grupos de WhatsApp, o prefeito de Jussiape Éder Jakes (PSD) se dirige à população “para prestar esclarecimentos sobre atitudes que nós tomamos no nosso município para prevenir a disseminação e contaminação pelo Covid-19”.

Após o prefeito optar pela suspensão do comércio e das atividades “consideradas não essenciais” e ter se reunido, por meio de uma videoconferência com o governador da Bahia Rui Costa (PT), que sugeriu que cidades que não possuem casos confirmados do Covid-19 ou fazem limites com cidades que não possuem casos positivos da doença, a orientação recebida do governo é de seguir com a reabertura do comércio.

O prefeito afirmou que depois se reunir com representantes do comércio em Jussiape, “e numa atitude em conjunto, nós optamos pela reabertura do comércio da nossa cidade, como forma de minimizar os impactos econômicos que nós estamos sofrendo”.

A reabertura, segundo Éder, será feita com base em “compromisso e conscientização”. Para o gestor, o compromisso deve existir por parte dos comerciantes, que se comprometeram a disponibilizar um espaço entre as pessoas de, no mínimo, um metro a um metro e meio, além da disponibilização de álcool em gel ou uma pia com água e sabão para que os clientes possam fazer higienização das mãos e a secagem delas com papel toalha. Uma entrada gradual e controlada dos clientes foi também uma orientação discutida na reunião com o prefeito.

Idosos e crianças devem permanecer confinadas; a saída de casa deve ser ocasionada por motivos estritamente necessários, alerta o prefeito.

“No sábado, nós teremos a nossa feira, nós estaremos disponibilizando, além do espaço do mercado municipal, todo o espaço da praça Jandira Alencar para que seja feita a instalação das barracas, com espaçamento de no mínimo seis metros entre elas, garantindo, assim, melhor circulação das pessoas. Não será permitida a instalação de barracas de pessoas oriundas de outros municípios ou de barracas que não sejam para fornecimento de gêneros alimentícios em nossa cidade”.

Tecnologia do Blogger.