Header Ads

LightBlog

Jogadores envolvidos em briga generalizada são suspensos do Campeonato, decide Comissão de Arbitragem

Foto: JUP
Os jogadores Geovane e Breno, do Exército de Troia, foram suspensos do Campeonato após punição por agressão física. No entanto, Danlei ficará uma partida fora dos gramados.

Elder, do X do Morro, também foi suspenso do Campeonato por agressão física.

Nesta quinta-feira (16), os atletas envolvidos foram julgados na sala de reuniões da Secretaria de Esportes e a decisão tomada pela Comissão de Arbitragem foi unânime.

De acordo com o artigo 17 do regulamento, que rege o Campeonato Jussiapense de Futebol, o atleta que agredir o seu adversário, árbitro, dirigente com ofensas morais será punido com uma a três partidas de suspensão. O documento prevê ainda que a punição para agressões físicas é a expulsão do Campeonato.

BRIGA GENERALIZADA



Uma briga generalizada causada por um desentendimento entre jogadores do X do Morro e Exército de Troia no gramado do Estádio Municipal Oderlange Novais Pereira interrompeu a partida já no segundo tempo do último domingo (12).

Aos 36 minutos do segundo tempo o jogo foi paralisado, a pancadaria começou em campo com o estádio lotado. Não se sabe exatamente o que deu início à briga generalizada. Por falta de segurança depois de um tumulto generalizado.

Jogadores dos dois times entraram no tumulto e outros que estavam no banco de reserva tentaram apartar a briga. O camisa 2 do Exército de Troia teria levado chutes na costela e foi socorrido por uma ambulância ainda no gramado do estádio.

Nas imagens que mostram a confusão é possível perceber a agitação da torcida que grita eufórica. Um torcedor chegou a pular o alambrado, que separa a arquibancada do gramado. O placar final foi de 3 a 1 para os troianos.