Header Ads

LightBlog

Brandão se abstém de votação por não conseguir acompanhar projeto

Foto: Will Assunção/JUP

O vereador Edilando Brandão (MDB) se absteve da votação do projeto de lei para abrir crédito suplementar especial para reforço das dotações orçamentárias do Orçamento Anual do exercício de 2020 na última sexta-feira (13).

O parlamentar alegou que não conseguiu acompanhar o projeto enviado à Casa. “Este projeto está beneficiando alguém? Está. Mas o vereador que vos fala não tem conhecimento das pessoas”, disse. Durante discurso, o vereador ressaltou que sempre está apto a ajudar a população, “pensando sempre em um todo”.

Favorável ao projeto, Vanusa Medrado (PRP) pontua que cada município deve assumir despesas proveniente do consórcio. Para a parlamentar, a aprovação do projeto tem como objetivo sanar despesas que eventualmente vão surgir.

Os vereadores Juscelino Carvalho (PRP); Fredson Muniz (PSDB), Jadiel Carvalho (MDB), Raul de Cassio (PDT) e Joacira Marques (PRP) votaram a favor do projeto. O vereador José Roberto (MDB) não compareceu à sessão.

O projeto de lei visa autorizar o chefe do Executivo a abrir crédito especial na Lei Orçamentária do exercício de 2020 no valor de R$ 20 mil para ser locado na Secretaria de Administração, face às despesas decorrentes da relação com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Paramirim.