Header Ads

LightBlog

CEHM em Jussiape tem 4 projetos estruturantes selecionados

Foto: JUP

O Colégio Estadual Horácio de Matos em Jussiape foi consagrado com quatro projetos estruturantes selecionados para a etapa regional, que ocorre em Seabra, sob supervisão do Núcleo Territorial de Educação (NTE) 3.

“Melhor de mim”, coral formado por 18 estudantes de diversas séries; “O mundo”, poema de autoria da estudante Andreia Santos, do 1º ano; “O amor de Inácio e Helena”, peça teatral composta por estudantes do 1º ano e a coreografia intitulada “Afro-beats”, apresentada por estudantes de distintas séries do ensino médio, foram os projetos selecionados por jurados indicados pelo NTE.

O evento, que deve reunir mais de trezentos estudantes de mais de vinte escolas públicas da rede estadual do estado, está marcado para os dias 2, 3 e 4 de dezembro.

O professor de língua portuguesa William Assunção, orientador dos estudantes do 1º ano que deram vida a um casal de jovens apaixonados impedidos pela família de viverem um romance no início do século 20, diz que “O amor de Inácio e Helena” foi inspirada em um poema atribuído a dois jovens que viveram em Jussiape no século passado.

“Abordar um tema como o amor romântico em sua forma mais singular, por meio da literatura e de outras manifestações da arte, como o teatro, nos confere a chance de dialogar com estudantes de uma geração que lê a vida de uma forma inédita. É uma grande oportunidade também para apresentar o maior dramaturgo da modernidade, William Shakespeare, que oferece uma visão completamente diferente de como concebemos o amor romântico na atualidade”, pontua o educador.



Os projetos artísticos promovidos pela Secretaria da Educação do Estado da Bahia (SEC- BA) em parceria com as escolas estaduais são muito importantes no processo educativo, pois além de revelarem grandes talentos no campo das artes, dinamizam o processo educativo e contribuem para que o estudante tenha suas habilidades ainda mais valorizadas”, afirma a diretora do CEHM Neusa Lima.

A Secretaria da Educação do Estado da Bahia, desde 2008, vem desenvolvendo uma iniciativa no campo de políticas culturais com jovens estudantes apontando a arte e a cultura como componentes essenciais à matriz do conhecimento na educação básica.

Atualmente as escolas podem aderir aos projetos Festival Anual da Canção Estudantil (FACE), Educação Patrimonial e Artística (EPA), Artes Visuais Estudantis (AVE), Projeto Tempos de Arte Literária (TAL), Festival Estudantil de Teatro (Feste), Mostra de Dança Estudantil (DANCE) e Produções Visuais Estudantis (PROVE).