Header Ads

LightBlog

Sem congratulações

Foto: Will Assunção/JUP

Edilando Brandão (MDB) fez questão de não ouvir a leitura da carta do prefeito porque, segundo o emedebista, “está cansado de ouvir tanta desculpa”. A declaração foi feita na sessão de retorno das atividades do Legislativo na última sexta-feira (2).

A fala do parlamentar reflete a opinião que o emedebista tem exteriorizado durante os seus últimos discursos. Para Brandão, os vereadores da base do governo não deveriam externar, em plenária, agradecimentos ao chefe do Executivo.

Na ocasião, Brandão também aproveitou para criticar a postura de Éder (PP) em atuar como médico na cidade enquanto ocupar o cargo de gestor municipal. “Falta tempo para dar assistência aos munícipes”, justificou o emedebista.

“Não é papel do vereador fazer viagens”, pontuou ao afirmar que a função de um edil é “fiscalizar o município e criar leis que venha a beneficiar o município”.

“Agradecer o que é obrigação?”, indagou o vereador e, em seguida, responde que “não”.

Brandão defende que “um vereador deve deitar a cabeça no travesseiro e se sentir feliz em fazer o meu papel (...) de vereador, que é fiscalizar o prefeito”.

O parlamentar finaliza dizendo que “o que está faltando na nossa cidade é mais cobrança dos políticos. O povo tem de aprender a cobrar do político, e não a ter medo do político”.