Header Ads

LightBlog

Colegiado decide que merenda deve ser feita na escola, diz Joacira Marques

Foto: Will Assunção/JUP

A vereadora Joacira Marques (PRP), que afirmou, na última sexta-feira (3), ter sido sempre contrária à produção da merenda escolar em um local que não fosse a própria escola, disse que todos os membros do Colegiado Escolar votaram pela decisão da merenda ser feita na unidade de ensino em questão.

Em resposta à declaração da secretária de Educação, Cultura, Esporte e Lazer de Jussiape Cleudia Novais, o vereador Edilando Brandão (MDB) disse que gostaria que a secretária “tivesse coragem para ver a creche” que, segundo o emedebista, já havia cobrado.

Brandão ratifica que nem toda merenda escolar servida aos alunos “é estragada”. Ainda em discurso, o emedebista questiona a necessidade de um transporte exclusivo para a merenda, “uma vez que se locomove e está suscetível; não está livre de nada”.

“Não foi ninguém que me disse, eu fui ver”, declarou Brandão. De acordo com o parlamentar, no momento em que havia chegado à escola, ele se deparou com “o pessoal amarrando e escondendo o saco” (contendo merenda).

Em um puxão de orelhas, o vereador José Roberto (MDB) disse que os pais dos alunos precisam cobrar mais. O emedebista disse que se o colega da oposição não fosse até o local e filmasse, “ele ficaria de mentiroso”.

Em respostas às indagações da oposição, o presidente da Câmara Jadiel Mendes (PSD) garantiu que “a merenda de Jussiape, hoje, é uma merenda muito boa”, e cita o exemplo do seu filho, que estuda em uma escola da rede pública municipal de ensino.

“Pode ser uma fatalidade, acontece. Pode acontecer de uma cozinheira fazer essa merenda, e, ao chegar à escola, estar estragada. Mas isso não quer dizer que a merenda de Jussiape seja ruim”, pontuou o presidente.

“O que aconteceu foi uma fatalidade que poderia acontecer em qualquer lugar. Não quer dizer que essa merenda, que chegou lá estragada [...]; que a merenda do município seja ruim”, finaliza Mendes.