Header Ads

LightBlog

Biometria começará a ser feita em Jussiape após chegada de equipamento tecnológico

Foto: Reprodução

Marcada para a próxima segunda-feira (13), o cadastro biométrico em Jussiape pode ser prorrogado devido atraso do TRE no envio do equipamento tecnológico necessário para o atendimento dos eleitores. Além desses equipamentos outros materiais deverão chegar nos próximos dias, informou a Prefeitura Municipal de Jussiape.

A decisão da Justiça de viabilizar a biometria no município, que pertence à 101ª Zona Eleitoral, foi acolhida pelo prefeito de Jussiape Eder Jakes (PP). Após reunião entre o gestor e o chefe do Cartório Eleitoral Geral Guilherme Moreira de Souza, uma proposta de cooperação que beneficia eleitores de Jussiape foi definida.

Na próxima semana, eleitores poderão agendar atendimento, pelo site do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA), para realizar o recadastramento biométrico. O eleitor poderá fazer o agendamento também pelo telefone (71) 3373-7223. Em Jussiape, o atendimento vai das 8h às 14h, na Secretaria de Assistência Social, na praça 9 de Julho.

É possível ainda que o eleitor só consiga efetuar o agendamento para Jussiape na próxima semana, quando está previsto para funcionar normalmente o recadastramento biométrico na cidade. 

Outras informações sobre o procedimento de recadastramento biométrico serão disponibilizadas no local do atendimento em Jussiape. A previsão é que pelo menos 25 pessoas sejam atendidas por dia. O secretário de Governo e Administração Everton Novaes disponibilizou o seu contato (77) 99130-8381 para maiores esclarecimentos.

Os eleitores que não conseguirem realizar o procedimento em 2019 terão até o dia 20 de fevereiro de 2020 para concluir o recadastramento biométrico, medida obrigatória no Estado da Bahia. Os eleitores que não se recadastrarem terão seus títulos cancelados.

Sem o título válido, não é possível solicitar a emissão de passaporte ou do cartão do CPF, bem como inscrever-se em concurso público, renovar a matrícula em estabelecimentos oficiais de ensino e obter empréstimos em caixas econômicas federais e estaduais.