Header Ads

LightBlog

A imprensa nunca esteve tão livre

Em tempos em que o reacionarismo traja Poderes e ataques à imprensa são distribuídos gratuitamente por representantes da democracia no País, a imprensa em Jussiape respira livre. O cenário harmônico para profissionais da imprensa no município pode ser sentido pelo respeito à liberdade de expressão propagado pelo Executivo e Legislativo. É um tempo desejado por qualquer imprensa livre.

Faz-se necessário tratar desse assunto com as devidas glórias. Talvez o primeiro aceno voluntário de reconhecimento da importância de entender o papel da imprensa como exercício basilar da estrutura do Estado Democrático de Direito veio da vereadora Vanusa Medrado (PRP), em 2017, ao atestar profunda sensibilidade e conhecimento sobre o exercício do jornalismo, sobretudo, o que tangue o sigilo de fontes.

Apesar de uma eterna polarização na política em Jussiape e das infindáveis controvérsias incrustradas nas vozes que se tornam autoridades, a Jussi Up prima pela apuração e exposição dos fatos de interesse público.

De certa forma, todo governo é um pouco hostil à Jussi Up pela postura crítica e independente. Em diferentes graus, colocam-se na defensiva. No entanto, o governo Eder tem demonstrado um especial respeito à apuração jornalística e à liberdade de imprensa. E tem sido assim não somente com a Jussi Up, mas com os diversos órgãos de imprensa que fazem a cobertura política no município.

O prefeito Eder (PP) ratifica o papel fundamental do jornalismo quando não faz uso do poder de prefeito para interferir nas pautas da Jussi Up, mesmo quando se tratam de ataques vindos da oposição. Este é o caminho, portanto, mais sólido para garantir a harmonia entre os quatro Poderes – inclui-se aqui a imprensa como o quarto.

A Jussi Up defende que a verdade precisa ser oferecida sempre, com transparência e abertura, superando as expectativas dos nossos espectadores. A liberdade de imprensa valorizada – e uma imprensa vibrante – é a melhor arma contra a desinformação.