Header Ads

LightBlog

Em 2023, salários da Educação se tornarão ‘impagáveis’, diz Eder



O prefeito de Jussiape Eder Jakes (PP) afirmou na sessão de retorno às atividades do Legislativo, na sexta-feira (15), que o plano de cargos de salários de profissionais da educação em Jussiape se tornará “impagável daqui a quatro anos”.

Eder disse que o prefeito em 2023 “não vai conseguir pagar (os salários) só com a verba que vem para eles; vai ter que usar recurso próprio da Prefeitura”.

Na ocasião, o gestor disse também que os coordenadores pedagógicos têm enfrentado uma dificuldade “muito grande em mudar a didática de ensino”. Para Eder, algo está errado, pois não basta apenas se graduar, e não transmitir conhecimento.

O prefeito defende que a escola não pode ser responsável por tudo. “Tem que existir uma parceria entre a família, escola, professor e palavra compromisso”. O gestor completa dizendo que “não basta salário aumentar, e o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) cair, e a explicação como é que fica?”.

“Volto a dizer, se a escola é boa, se o transporte tem, se a merenda tem, você está se graduando, e porque então o Ideb caiu? Algo está errado. Alguma coisa na cadeia de aprendizado tem que ser mudada nessa engrenagem”, concluiu Eder.