Header Ads

LightBlog

Vou à e vou para


Como todos sabemos, o verbo ir é considerado intransitivo. No entanto, muitos gramáticos o elegeram como um verbo circunstancial, já que sua relação de dependência, de subordinação, que se estabelece com seus complementos depende das circunstâncias postas.

Trataremos de um caso particular com o verbo ir, que ganha sentido diferente quando colocadas preposições específicas, como à e para.

Entenda:

VOU PARA: possui sentido de ficar ou morar

Exemplo:
Vou para São Paulo.

VOU À: possui sentido de passear; ida com retorno breve

Exemplo:
Quero que vá à Ubatuba com Will.