Header Ads

LightBlog

Regência do verbo atender


A regência do verbo atender é maioritariamente facultativa. Esse verbo atua como transitivo direto, sem a presença de uma preposição, e como transitivo indireto, com a presença da preposição a.

Verbo atender com regência facultativa
O uso da preposição a é facultativo quando o verbo atender assume os seguintes sentidos:

a) Quando indica o ato de responder a um chamamento, sendo sinônimo de responder.

Por que você não atende as chamadas?
Por que você não atende às chamadas? (a + as = às)

b) Quando indica o ato de prestar atenção, sendo sinônimo de escutar, ouvir, ver etc.

A estudante não atendeu a explicação dada no início do curso.
A estudante não atendeu à explicação dada no início do curso. (a + a = à)

c) Quando indica o ato de levar em consideração, sendo sinônimo de considerar, cuidar, satisfazer etc.

O funcionário escolhido deverá atender as exigências do mercado.
O funcionário escolhido deverá atender às exigências do mercado. (a + as = às)

c) Quando indica o ato de acatar e obedecer, sendo sinônimo de respeitar, seguir etc.

O menino não atendeu as ordens da mãe.
O menino não atendeu às ordens da mãe. (a + as = às)

d) Quando indica o ato de prestar socorro, sendo sinônimo de socorrer, ajudar, acudir etc.

Os médicos atenderam os pacientes nos corredores do hospital.
Os médicos atenderam às necessidades dos pacientes nos corredores do hospital.

e) Quando indica o ato de dar despacho ou solução favorável, sendo sinônimo de deferir, aprovar, outorgar, resolver etc.

A direção atendeu os pedidos dos funcionários.
A direção atendeu aos pedidos dos funcionários. (a + os = aos)

f) Quando indica o ato de servir um cliente de forma atenciosa, sendo sinônimo de servir.

Apenas atendo os meus clientes em horário laboral.
Apenas atendo aos meus clientes em horário laboral. (a + os = aos)

IMPORTANTE!
Embora haja essa dupla possibilidade de regência, há uma preferência para o uso de uma regência sem preposição quando é feita uma referência a alguém e o uso de uma regência com preposição quando é feita uma referência a alguma coisa.

Atender alguém:
Atender o cliente;
Atender o paciente;
Atender o cidadão;
Atender o freguês;
Atender o candidato.

Atender a alguma coisa:
Atender ao telefone;
Atender ao chamamento;
Atender ao apelo;
Atender ao pedido;
Atender à solicitação;
Atender às necessidades.

Verbo atender com regência das preposições a, em, para
O verbo atender estabelece regência com as preposições a, em e para, atuando como um verbo transitivo indireto com os seguintes sentidos:

a) Quando indica o ato de reparar em algo de forma atenta, sendo sinônimo de reparar, notar, atentar etc.

Os familiares insistiram em não atender aos sinais de alerta. (a + os = aos)
Os familiares insistiram em não atender nos sinais de alerta. (em + os = nos)
Os familiares insistiram em não atender para os sinais de alerta.

b) Quando indica o ato de receber num consultório, escritório ou casa, sendo sinônimo de receber.

O doutor apenas atende no seu consultório particular. (em + o = no)
O doutor apenas atende às segundas-feiras. (a + as = às)