Header Ads

LightBlog

Contradição e antonímia


Como já foi visto, a relação de antonímia no léxico apoia-se na noção de contrário (ou oposto), mas não necessariamente na noção de contraditório.

Assim, podemos ter as afirmações:
(k) “João começou o trabalho”.
(l) “João terminou o trabalho”.

Em (k) e (l) há uma antonímia, pois os verbos indicam início ou final de um percurso da ação. São opostos, mas não contraditórios.

Agora vejamos os exemplos:
(m) “João é um ótimo funcionário”.
(n) “João é um péssimo funcionário”.

Nessas duas sentenças há contradição, visto que uma afirmação nega a outra.