Header Ads

LightBlog

Chuvas constantes na região fazem Duas Ilhas transbordar

Foto: Will Assunção/JUP

Após constantes chuvas na região, a barragem Duas Ilhas, em Jussiape, transbordou na madrugada de domingo para esta segunda-feira (3).

Em outubro deste ano, o município decretou situação de emergência por causa da seca. Nos últimos meses, o município viveu o drama da escassez de água após volume armazenado no sistema Duas Ilhas, que capta água do Contas, registrar saldo negativo.

A Defesa Civil Nacional reconheceu outros 146 municípios da Bahia que enfrentam dificuldades devido à escassez de água. O reconhecimento federal tem vigência por 180 dias, contados a partir da publicação das portarias no Diário Oficial da União.

A Embasa, concessionária responsável pela gestão da água em Jussiape, que mantém um contrato com o município previsto para vencer em abril de 2019, não apresentou nenhum projeto para a melhoria da estrutura do sistema que abastece a cidade.

O Contas é um dos mais extensos rios do Estado da Bahia, cortando vários municípios da Chapada Diamantina, uma importante região turísticas do estado e do país.

Nos últimos anos, mesmo com as cheias esporádicas, a forte vazão do sistema Duas Ilhas não permanece por mais de uma semana. Muitos atribuem à evasão do volume da água às bombas, que irrigam plantações de maracujá ao longo das margens do rio. Outro fator que pode estar agravando a situação do rio é o assoreamento, já que, praticamente, não existe mais mata ciliar às margens do rio.


A falta de planejamento ambiental envolvendo o Contas e a barragem é uma crítica presente aos gestores municipais.

O vereador Edilando Brandão (MDB) defende a criação de uma comissão para organizar e fiscalizar o uso e a retirada, por bombas, da água do rio para a irrigação. Ele ressalta a necessidade do apoio técnico da Prefeitura Municipal de Jussiape com agrônomos e outros profissionais para esses produtores.

Embora as margens do Contas, nas proximidades da Duas Ilhas, seja ideal para quem deseja relaxar com a leitura de um livro, marcar um piquenique com os amigos, passear com a família, fotografar uma bela paisagem ou até mesmo aproveitar o pôr do sol, os visitantes têm encontrado lixo e até embalagens de agrotóxicos – o que oferece sério risco à saúde dos banhistas e de quem consome a água.

PREVISÃO DE CHUVA
Os termômetros registraram altas temperaturas em Jussiape nos últimos dias. A temperatura tem alcançado máxima de 35ºC, com tendência estável. A mínima, no entanto, foi de 17ºC. É previsto para esta segunda, máxima de 23ºC e mínima de 17ºC, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Com nebulosidade prevista para os fins de tarde para os próximos dias, hoje faz sol na em Jussiape, mas há ameaças de pancadas de chuva ainda para esta semana.

Amanhã, terça-feira (4), a previsão é de máxima de 27ºC e mínima de 22ºC, com chuviscos na maior parte do fim de tarde. Na quarta-feira (5), a previsão é de leves pancadas de chuva, e na quinta o tempo deve dar uma trégua, mas o céu deverá permanecer encoberto por nuvens na maior parte do dia.

No entanto, na sexta-feira (7), a previsão é de pancadas de chuva e trovoadas, com máxima de 34ºC e mínima de 21ºC, segundo o Inmet.

Um fotógrafo da Jussi Up registrou imagens do sistema de abastecimento de água Duas Ilhas hoje. No local, é possível se deparar uma água barrenta, onde antes as pedras revelavam o cenário devastado pela seca.

O calor deve permanecer na maior parte da semana. À noite, o forte calor deve ceder, e uma sensação mais amena deve permanecer até o nascer do sol, informa os meteorologistas.

O amanhecer deverá acontecer às 5h1o. Enquanto o entardecer é previsto para iniciar às 18h3, horário de Brasília, segundo o Instituo Nacional de Meteorologia (Inmet).