Header Ads

LightBlog

Brandão disse que fez representação contra Eder no Ministério Público Estadual

O vereador Edilando Brandão (MDB) Foto: Will Assunção/JUP

Na sessão da sexta-feira (19), durante discurso em sessão plenária, o vereador Edilando Brandão (MDB) informou que, juntamente com o vereador José Roberto (MDB), fez uma representação no Ministério Público Estadual contra o prefeito de Jussiape Eder Jakes (PP), acerca de uma máquina patrol, que, de acordo com o emedebista, operou em uma propriedade privada, atendendo a motivações particulares.

Na ocasião em que comentou sobre a representação feita contra o prefeito, Brandão aproveitou para dizer que há pessoas que costumam cobrar dos vereadores pela manhã, tarde e noite, e comentam que ele, como vereador, “apenas fala”.

Edilando Brandão questionou também o argumento dado por Eder, no que diz respeito à representação feita pelos vereadores da oposição. Segundo Brandão, a justificativa do prefeito consiste em afirmar que a máquina foi utilizada para derrubar um muro, e o entulho dos escombros utilizado na rotatória da saída da cidade.

No entanto, o vereador rebateu ao afirmar que a máquina em questão – patrol – apenas serve para planear o solo. À época da filmagem, em que supostamente revela o maquinário da Prefeitura operando em propriedade privada, já teria se passado dois meses em que o muro em questão teria sido derrubado, contrariando a versão apresentada pelo gestor do município, sustenta Brandão.

“O descaso para com os vereadores da oposição já é grande, e eu até chego a ficar perplexo com a situação da gente. Tentar ludibriar, mentir para a Justiça, para um promotor já é descaso”, pontua Edilando Brandão.

O emedebista seguiu interpelando outros parlamentares que estiveram presentes na última sessão para refletirem sobre a situação posta por ele. “Eu convido os senhores a imaginar se está correto. Se os senhores me disserem que está correto, é melhor tirar o paletó, pôr nas costas e ir embora”, concluiu.