Header Ads

LightBlog

Yellow Submarine – eu corri para Pepperland

Imagem: Reprodução
Não é fácil encontrar no cinema, hoje, produções que brinquem com a sua imaginação e faça você suspirar verdadeiramente de emoção. Tudo parece tão plástico, artificial, copiado na cara limpa que nem vale a pena gastar um trocado para ir ao cinema ou, ainda pior, perder tempo com os filmes que vira e mexe aparecem na grade da sua TV a cabo. Eu já estava cansado de tanta bobagem com efeitos especiais mirabolantes e vazios de conteúdo que, por ordem do destino, desta vez, encontrei algo fascinante que me fez investir tempo como agora.



Yellow Submarine é um desenho animado lançado em 1968, recheado de várias canções do lendário grupo de rock ingês The Beatles, que conta com a trilha sonora que foi lançada seis meses após o filme, que por sinal é extraordinária. No projeto continha somente algumas músicas presentes no roteiro do filme e mais as composições do produtor musical da banda da época, George Martin.

O filme traz a história de Pepperland, um paraíso fictício, quase terrestre, que fica a cerca de 80 mil léguas no fundo do mar, onde a brisa, através de uma magia, leva a toda parte o som da música e das risadas e onde ninguém se sente só, já que a Banda do Sargento Pepper está sempre tocando belas canções.



Até que um dia o perverso Líder dos Maldosos Azuis, que detestava qualquer tipo de música, decidiu varrer Pepperland do mapa, deixando a terra sem cor e som. Navegando em um submarino amarelo de formato estranho após várias aventuras por um espaço surreal e atemporal, os Beatles chegam para trazer a paz e a música de volta a Pepperland.