Header Ads

LightBlog

O processo gramatical e sintático de ‘que o diga’


Mario foi um ótimo amigo; ele que o diga!

Se analisarmos atentamente, veremos que na primeira parte, declara-se um fato. Já na segunda, menciona-se uma testemunha do que foi afirmado, pois a experiência confirmará esse mesmo fato.

Mario foi um ótimo amigo; ele que o diga!
(ele que o declare, pois sabe por experiência própria da amizade de Mario).

Flexione o verbo dizer segundo o sujeito e pontue com ponto-e-vírgula, pois as duas frases se contrapõem. Então, veremos que o substitui o pronome isso (ou a oração).