Header Ads

LightBlog

Um olhar de soslaio para a lua

Recomendo que, ao ler o texto, o leitor ouça a música Siberian Breaks, de MGMT, disponível logo abaixo.



Pense em alguém com quem você dividiu os melhores momentos de sua vida. Agora, pense em alguém com quem desejaria passar o resto dela ao seu lado [...].

A noite é tão atrativa! Ela me faz pensar que vivemos o quanto podíamos naquela época [...].

As ruas, as calçadas e a cidade, mesmo vazia e silenciosa, conseguia ser tão bela. Seu abraço ainda reverbera em meu corpo. Eu me lembro de quando andávamos naquele morro e falávamos de coisas que pensávamos que jamais desapareceriam. Ainda chove como da última vez que posamos para a lua e ficamos observando o tempo passar. Vejo da janela do ônibus a sombra do seu rosto. Nesta canção, qual a parte que diz que nós deveríamos nos separar? De alguma forma, às vezes, ela me parece um pouco triste. Mas nós sempre tivemos ares melancólicos, não é mesmo? Desde a primeira vez que nos conhecemos, já sabíamos que a noite não teria fim. Mesmo contando, em ponteiros, os minutos [...].

Ninguém esteve presente em nossa despedida.  Mas esse não era o fim que nós programamos. Levo essa impressão comigo até hoje.