Header Ads

LightBlog

Governo determina valor da gasolina em R$ 4,29; gasolina está escassa em Jussiape

Foto: ReproduçãoEm meio à crise dos combustíveis, o presidente da Petrobras, Pedro Parente, pediu demissão na manhã da sexta-feira (1). A decisão foi comunicada ao mercado enquanto o executivo estava reunido com o presidente Michel Temer, em Brasília.

A Petrobrás voltou a aumentar o preço da gasolina, depois de cinco quedas consecutivas do valor do combustível. A partir de quinta-feira (31), o preço nas refinarias ficou previsto para subir 0,74% e passará a ser de R$ 1,9671 por litro.

Em maio, o preço do combustível nas refinarias da Petrobrás acumula alta de 9,42%, já que em 28 de abril o litro custava R$ 1,7977. Congelado por 60 dias, o preço médio nacional do litro do diesel A permanece em R$ 2,1016.

Em meio à escassez de combustível, o Governo do Distrito Federal reduziu o valor do litro da gasolina usado como referência para a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Em vez dos R$ 4,59 que estão em vigor, passará a valer os R$ 4,29 que prevaleceram na primeira quinzena de abril. Esse preço deve ficar congelado por pelo menos um mês.

Em Jussiape, a gasolina continua escassa e não há previsão para o abastecimento voltar à normalidade em alguns postos. No entanto, de acordo com uma consumidora, ao abastecer nesta semana, ela pagou pelo litro da gasolina R$ 5,10.