Header Ads

LightBlog

Em sessão que antecede recesso, Eder rebate questionamentos da oposição ao enumerar conquistas do seu governo

Foto: Will Assunção/JUP

O prefeito de Jussiape Eder Jakes (PP) participou da última sessão plenária, na Câmara de Vereadores, antes do recesso parlamentar, na última sexta-feira (15), onde rebateu questionamentos da oposição ao enumerar conquistas do seu governo durante discurso. O prefeito especificou detalhes das realizações da sua administração.

Em resposta ao discurso do vereador da oposição Edilando Brandão (MDB), que disse que questões ligadas à administração pública municipal têm acabado em pizza, o prefeito rebateu as críticas do emedebista durante sua fala em plenário.

“Foi dito aqui que tudo acaba em ‘festa’, tudo acaba em ‘pizza’. Realmente, tudo acaba em ‘pizza’, e eu gostaria de dividir essa ‘pizza’ em algumas fatias”, disse o prefeito antes de enumerar algumas conquistas do seu governo – as quais ele classificou como as 16 fatias da pizza.

A primeira fatia – como explicitou o próprio prefeito de Jussiape – diz respeito aos novos equipamentos da Casa de Saúde Ana Medrado Luz, que, segundo o Eder, já foram licitados e aguardam por processo licitatório para, em seguida, serem destinados ao hospital do município. O recurso foi orçado no valor de R$ 300 mil, conquistados, segundo o próprio gestor, por meio de emenda do deputado federal Sérgio Brito (PSD).

Já a segunda fatia engloba o calçamento da comunidade Cruz e de pelos menos duas ruas em Caraguataí, distrito de Jussiape. “Um sonho de quase 26 anos”, disse Eder.

Nesta segunda-feira (18), em Salvador, o prefeito deverá pedir a liberação da primeira parcela de R$ 294 mil para que a empresa responsável possa dar início às obras.

A terceira fatia cabe aos dois carros novos para a Saúde. “Nós adquirimos com recurso da Prefeitura, e não se trata de estar levando paciente para cima e para baixo, mas esses carros estão a serviço da população”, pontuou o prefeito.

Já na quarta fatia, Eder dedica os esforços da sua administração à ambulância do SAMU em Jussiape, que, de acordo com ele, o município passou cinco anos sem um veículo. O prefeito afirmou que a conquistada não sofreu interferência de políticos.

A quinta fatia Eder classifica como “uma conquista muito grande”. Por meio do diálogo, o governo afirmou que conseguiu chegar a um acordo com os agentes comunitários de saúde e estipulou um valor adotado para que esses profissionais possam ter garantias de alguns dos seus direitos.

Para o prefeito, “o plano, na íntegra, como foi provado e aprovado com eles todos, era impagável; foi uma fraude que foi concedida aqui, forçando os vereadores a aprovarem um plano, colocando esta Casa entre a Cruz e a Espada, para que ex-gestores saíssem de bonzinhos e o novo ficasse de mal na história”, afirmou.

A sexta fatia faz referência à reforma da praça, onde morava o ex-prefeito Procópio Alencar, onde além de reformar, a Prefeitura construirá um parque infantil.

A sétima fatia é sobre os novos kits de uniformes para os garis do município. Eder ressalta que os novos equipamentos garantem a segurança dos servidores municipais.

Já alcançando a oitava fatia, o gestor municipal falou sobre a quadra, uma obra adquirida com recurso federal, que estava com pendências até então, mas que já foi resolvido e que, em breve, será inaugurada.

A nona fatia é dedicada ao Campeonato Jussiapense de Futebol, iniciado em 2017 e com final realizada em maio deste ano. O prefeito agradeceu ao secretário de Administração e Governo Everton Novaes pela realização do evento esportivo municipal e alegou que “começou em paz, terminou em paz, e foi motivo de alegria para que nós possamos manter o nosso campeonato”.

Eder ainda anunciou que Jussiape foi convidado para sediar um campeonato máster com diversos times representando município da região.

A décima fatia concerne às obras das estradas no município. Segundo o prefeito, as obras da estrada que dá acesso ao Morro Branco, na extensão que pertence ao município, foi feita pela Prefeitura com recurso próprio. No entanto, Eder informou que o prefeito de Ibicoara Aroldo Aguiar (PTB) terminou uma extensão de 1,2 km.

A décima primeira fatia diz respeito ao poço no povoado Paixão, feito, de acordo com Eder, com recursos próprios da Prefeitura com previsão para ser instalado em breve.

A décima segunda é sobre o calçamento da Rua Clemente Silva, da entrada da Avinda São José e outras vias públicas da cidade. Segundo o gestor, um recurso adquirido por meio de uma emenda parlamentar – no valor de R$ 450 mil – do deputado federal Claudio Cajado (PP).

A entrada da cidade ficou com a décima terceira fatia. O prefeito informou que o acesso à cidade passará por uma revitalização para que os munícipes possam trafegar e desfrutar do embelezamento que a cidade ganhará. “Aos poucos, as mudanças vão ocorrendo”, disse Eder em discurso em plenária.

A décima quarta é destinada aos equipamentos odontológicos, que estão sendo adquiridos pela Prefeitura. Eder explica que os equipamentos serão destinados aos PSFs do São José, Espinho e sede. O prefeito disse também que a cadeira odontológica do PSF da sede será deslocada para o povoado Baraúnas, pois, segundo Eder, “ainda hoje vive um dilema, mas vamos manter a nossa assistência como tem sido feito”.

Já se aproximando do fim, a décima quinta fatia trata sobre o Programa Saúde em Movimento. De acordo com o prefeito, gabinetes odontológicos móveis serão adquiridos para o programa com o único intuito de levar atendimento odontológico à zona rural do município. Para Eder, “isso será possível com a aquisição de uma van que será liberada pelo Ministério da Saúde”.

A última, a décima sexta fatia diz respeito à implementação do serviço de ultrassonografia. “A partir de julho, o serviço de urologia e, se tudo descer certo, o de ginecologia na nossa cidade”, declarou.

O prefeito comunicou que um centro de especialidades será montado no município e, inclusive, já possui recurso disponível aprovado, mas precisa apenas da liberação da planta – o que ele disse ser a maior dificuldade no processo da aquisição para a construção do centro – no entanto, o atendimento será feito no Centro de Especialidades Dr. Procópio, enquanto o projeto não for concluído.

“Então, realmente, tudo acaba em ‘pizza’. Eu espero que daqui a seis meses, eu possa ter uma ‘pizza’ família dessas com mais 16 fatias para que em dezembro, na sessão de encerramento, eu possa estar aqui anunciando novas conquistas”, concluiu.