Header Ads

LightBlog

Dos falsetes de MGMT

Hoje eu senti uma necessidade absurda de ouvir MGMT no último volume. Estava sentado debaixo de uma lua grande e clara, e eu pude sentir o cheiro do orvalho nascer na noite enquanto uma luz pálida contornava serenamente as folhas das árvores que me rodeavam e eu pude ver como a noite era inspiradora e repleta de mistérios. 

Eu estava no alto, em algum lugar do mundo, onde a vida parecia mais calma. Meu peito estava turbulento a ponto de explodir. Até então, eu não compreendia esse negócio de energia, de conexões invisíveis.

Às vezes, eu sinto falta de alguém cantando para mim. Em algumas ocasiões, eu sinto como seu eu não pudesse mais chorar, nem mesmo se tivesse razão para tal. Não há mais segredo para decodificar e os braços abertos podem sentir um imenso frio. Já parou para pensar nisso? Eu consigo ver um avião a jato fazer uma curva na penumbra da nuvem à noite. Eu imagino qual seria a visão de que eu teria lá de cima. Ninguém deve gastar suas energias com qualquer pessoa. Escolha as certas. Desta forma, seu passo fará algum sentido. E o mundo, o vasto mundo, parecerá melhor.