Header Ads

LightBlog

Correndo em círculos

Hoje me bateu uma saudade imensa de você, e eu apenas queria que você soubesse disso de alguma forma. Mesmo eu tendo todos os motivos da vida para desejar a paz de querê-lo bem longe de mim. Na verdade, eu senti falta do seu jeito e de como você tinha o dom de encontrar todos os assuntos que me agradavam de verdade. Mas eu sei que você se foi e, talvez, eu nem me importe mais, pelo menos eu tento acreditar nisso.

Eu admito que meu peito arde e faz minha cabeça girar para ver se você está vindo em minha direção toda vez que a conversa fica entediante por aqui. É difícil de explicar e até de entender, mas aquela velha paixão a qual eu sempre te confidenciava voltou a minha vida mais forte e perturbadora. Eu sinto que poderia passar minha vida inteira sendo feliz ao lado dele. Mas, às vezes, ele não é tão parecido comigo como você sempre foi.

Se eu te dissesse que depois de tanto tempo nada aconteceu ainda entre a gente, talvez você não acreditaria. Mas é verdade. E, talvez, nunca aconteça. Eu já estou cansado de jogar com a vida. Desde então, eu não encontrei mais ninguém interessante no mundo. Ou alguém que simplesmente fizesse meus dias mais alegres.

Eu já estou maduro o suficiente para não querer controlar a vida e os passos das pessoas que estão a minha volta. Mas ninguém pode imaginar o quanto é difícil ver alguém que você ama não suspirar por você. Será que eu estou indo na direção contrária? Seria impossível contar quantas vezes eu me senti tão perdido como se as pessoas que pudessem realmente me interessar estivessem desaparecendo.