Header Ads

LightBlog

Socorristas do SAMU recebem treinamento de atendimento a vítimas e resgate em Jussiape

Foto: Will Assunção/JUP

Socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) participam nesta semana de um treinamento intensivo, em Jussiape, que prevê simulações de situações de alto risco com foco no atendimento a vítimas de diversos tipos de acidentes, que, inclusive, podem envolver também outras vítimas.

Veja mais

O curso de instrução aos socorristas é aplicado pelo bombeiro Jorge Antônio da Conceição, sargento aposentado da Polícia Militar, e abordará, ao longo do treinamento, temas que envolverão atendimento hospitalar, resgate aquático e resgate vertical.

Para os próximos dias, é previsto ainda exercícios com os socorristas em um cenário bem próximo ao da realidade, como um acidente na água, que deverá ser feito às margens do Contas, onde os participantes deverão ser treinados para resgatar vítimas de afogamentos e de outros acidentes envolvendo resgate na água.

Foto: Will Assunção/JUP          

O treinamento com os socorristas tratará de cenários de risco, como cuidados que os socorristas deverão ter com produtos inflamáveis e com o fogo durante combate ao incêndio.

O curso é promovido pela Prefeitura Municipal de Jussiape e já nesta quinta-feira (24), os socorristas do SAMU tiveram aula de instrução no ginásio poliesportivo da Escola Municipal Manços Freire, na Praça Jandira Alencar.

O treinamento tem por objetivo promover a capacitação desses profissionais que deverão estar preparados para urgências e emergências, envolvendo situações constantes de extremo estresse. O curso é aberto para quem tem interesse em aperfeiçoar as técnicas de resgate e atendimento a vítimas, como estudantes de cursos da área da saúde e profissionais já formados.

A coordenadora do SAMU em Jussiape, Jussamara Novais, disse que o treinamento com os socorristas é bastante proveitoso, pois pela primeira vez houve uma capacitação para esses profissionais, dando a eles oportunidade de capacitação.

Já o condutor socorrista da ambulância do SAMU, Cristiano Leão, afirmou que foi possível aprender novas técnicas com o treinamento dado.