Header Ads

LightBlog

Socorristas do SAMU de Jussiape fazem treinamento de resgate vertical em ponte sobre o Contas

Foto: Reprodução

Nos últimos dias, socorristas do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) participaram de um intenso treinamento de resgate em Jussiape. Os exercícios, que foram realizados às margens do rio das Contas, abrangeram o resgate vertical e na água, além do atendimento a vítimas de outros diversos tipos de acidentes.

O treinamento foi realizado ao longo da última semana, com simulações de situações de alto risco com foco no atendimento a vítimas que poderia envolver outras vítimas.

Veja também

O curso de instrução aos socorristas foi aplicado pelo bombeiro Jorge Antônio da Conceição, sargento aposentado da Polícia Militar, e abordou, ao longo do treinamento, temas que envolveram atendimento hospitalar, resgate aquático e resgate vertical. Houve ainda exercícios com os socorristas em um cenário bem próximo ao da realidade, a exemplo de um acidente na água.

O treinamento com os socorristas, promovido pela Prefeitura Municipal de Jussiape, trouxe cenários de risco, além de ter tratado dos cuidados que os socorristas deverão ter com produtos inflamáveis e com o fogo durante combate ao incêndio.

A preparação tem por objetivo promover a capacitação desses profissionais que deverão estar prontos para urgências e emergências, envolvendo situações constantes de extremo estresse. O curso foi aberto para quem tem interesse em aperfeiçoar as técnicas de resgate e atendimento a vítimas, como estudantes de diversos cursos da área da saúde e profissionais já formados.

A coordenadora do SAMU em Jussiape, Jussamara Novais, disse que o treinamento com os socorristas foi bastante proveitoso, pois pela primeira vez houve uma capacitação do tipo, dando a esses profissionais uma oportunidade de capacitação.

RESGATE VERTICAL

Os participantes tiveram que simular uma situação em que podem lidar com a linha tênue entre a vida e a morte de supostas vítimas. O socorrista deve sempre manter a maturidade emocional e não se abalar, no entanto, em algumas situações é difícil não se envolver, por isso a importância do treinamento.

Com um suporte improvisado na ponte que sobre o Contas, a equipe teve aulas de segurança, item fundamental durante os atendimentos, e reforço da ideia do trabalho conjunto, que poderá garantir atendimentos feitos em áreas de risco ou em situações em que as pessoas estão muito abaladas emocionalmente.

No entanto, membros da equipe do SAMU reforçaram que durante algumas ações dos socorristas, a presença da polícia é requisitada para auxiliá-los nos regastes. E em determinadas situações, eles poderão não estar aptos a atuarem ou atender com precisão, pois em primeiro lugar deve se pensar na segurança de cada socorrista.

Para Jamile Freitas, socorrista do SAMU de Jussiape, foi possível aprender novas técnicas, como a contenção de hemorragia e outros cuidados com o pacientes. Esse treinamento conferiu facilidade para lidar com determinadas situações de risco.

Elisângela Caires, também socorrista do SAMU, disse que o treinamento foi um aprendizado importante tanto para o profissional quanto para o seu dia a dia. “Pois nunca sabemos quando vamos nos deparar com situações de risco”, pontuou. Ela ainda reitera que “além de me atualizar e me deixar preparada para uma emergência em que o beneficiado será sempre o paciente, que é o nosso principal foco”, completou.

Darcilene Santa, que também integra a equipe do SAMU, reforça que houve grande aproveitamento tanto nas aulas teóricas quanto nas aulas práticas. A socorrista afirmou que é muito importante o curso e ressalta a força de vontade dos colegas em participar com entusiasmo do treinamento.