Header Ads

LightBlog

Joacira Marques pede que Câmara engradeça e que não maltrate os colegas

Foto: Will Assunção/JUP

A vereadora Joacira Marques (PRP) se manifestou na sessão desta sexta-feira (11), após o vereador José Roberto (MDB) ter dito, em plenária no último dia 4, que ela “é uma pessoa veaca”. Marques afirmou que não está surpresa diante das confirmações que viu na ata da sessão anterior e na matéria publicada na Jussi Up, na semana passada.

No entanto, a vereadora confessou que se surpreendeu com decepção, considerando que justificou a sua ausência, alegando problemas de saúde do seu esposo.

Joacira afirmou, ao direcionar o seu discurso ao vereador José Roberto, que tem a procuração do povo. Para a vereadora, José Roberto agiu de forma indevida ao prejulgar a saída da parlamentar como ato de omissão e de falta de cumprimento do dever. “Como se eu estivesse com medo do que ele tinha a dizer”, pontuou.

A vereadora ainda se posiciona ao afirmar que exerce um cargo legitimado pelo povo, de forma mais nobre possível, com convicção, honestidade, boa fé e, sobretudo, respeito, o que, segundo a vereadora, não houve durante a sessão na semana passada.

A parlamentar ainda se defende ao dizer que o seu pedido de realocação é legitimado por lei. “Não há qualquer irregularidade ou imoralidade na minha remoção”, disse.

A vereadora afirma que o vereador José Roberto violou o decoro parlamentar, previsto no regimento da Casa. “Foi uma semana de decepção”, enfatizou Marques.

Joacira Marques, que é professora aprovada em concurso público do município, disse que diversos alunos perguntaram o significado de “veaca”.

Na ocasião, a vereadora pediu que a Câmara engradeça e que não maltrate os colegas.

“Minha família quando viu aquilo, Vossa Excelência, ficou muito triste. Triste, porque minha família tem valores”, disse ao vereador José Roberto.

E completou ao dizer que “o meu livro é aberto, qualquer um pode fiscalizar, nunca fui beneficiada por dinheiro nenhum”.

Sobre o termo utilizado pelo vereador emedebista para qualificar a vereadora, Marques disse que “posso ser ligeira nas respostas. Talvez ‘veaca’ pode ser isso”, afirmou.

Em resposta ao discurso da vereadora Joacira Marques, o emedebista disse que, na sessão do dia 4, ele gostaria que a vereadora permanecesse no plenário da Casa. “Mas a vereadora saiu rápido, ou seja, usou da ‘veaquez’, da rapidez para ir embora”, disse ao justificar o termo escolhido para se referir à vereadora.

O vereador ainda comentou sobre a coluna publicada no dia (5/5), em que Will Assunção descreve os diversos significados do vocábulo “veaca”. “Acho que foi uma reportagem tendenciosa para atingir Vossa Excelência. Não acredito que atingiu a mim”, disse.

Antes do fechamento desta matéria, o vereado José Roberto explicou que ao utilizar o termo “tendenciosa”, ele se referiu unicamente ao entendimento que os diversos significados expostos na coluna poderiam levar aos leitores a ter, mas não utilizou no sentido pejorativo para desqualificar o conteúdo da Jussi Up.

Em nota, Will Assunção, editor da Jussi Up, disse que mantém respeito e admiração pelo vereador José Roberto e mantém apreço pela relação de cordialidade com a vereadora Joacira Marques, bem como preza pelos outros sete parlamentares da Egrégia Casa. O editor aproveita para ressaltar o quão é grandioso e revigorante ver que todos no Legislativo respeitam e corroboram com o jornalismo, atividade basilar em democracias maduras e consolidadas, que respiram o princípio da liberdade.