Header Ads

LightBlog

Em terceira pessoa


Olhava Will sentado naquele banco debruçado em pensamentos, segurando um livro, o qual não conseguia identificar o título de longe. Sempre de óculos escuros, o que dava a impressão de que seu cabelo se parecer ainda mais preto naquele momento. Estava concentrado e parecia sério, como de costume. Parecia triste. Parecia blasé. Parecia feliz ao seu modo. Ele sempre me pareceu alguém diferente de todas as outras pessoas que eu conheci. Ele não consegue fingir semblante de felicidade que as pessoas fingem quando querem disfarçar a sua dor. Ele não consegue mentir seus próprios sentimentos, o que me faz sentir seguro toda vez que eu falo com ele.