Header Ads

LightBlog

O erotismo anti-Lula e uma estrela vermelha dégradé no meu inconsciente


Foto: ReproduçãoO país pode assistir a qualquer momento a prisão e a soltura de Lula – não necessariamente nessa ordem –, lembra o jornalista e inventor do termo petralha, Reinaldo Azevedo. A extrema-direita e os idiotas, que no Brasil são palavras sinonímias, já que os idiotas não se limitam à extrema-direita, mas a extrema direita é necessariamente idiota, observa o polêmico jornalista, que sempre foi o antagonista do PT, continua ao afirmar que eles, os idiotas da extrema-direita, babam de prazer antecipado ao pensar na possibilidade de Lula ser preso. Reinaldo aproveita para questionar o padrão ético e mental de qualquer pessoa que vive obcecada pela ideia do outro ser preso.

Por mais que você tenha restrições a Lula, por mais que você queira que o petista seja preso, por mais que haja motivos, há de se tomar cuidado com alguns sinais que se evidenciam: viver com essa obsessão e não sair da internet só pensando em condenações dos mais variados tipos a uma pessoa, não falar de outra coisa, não importa o assunto discutido, voltar sempre a atenção para uma vingança que permeia o inconsciente. Há um alerta vermelho aí!

O jornalista ressalta que essas pessoas têm um ódio irracional a Lula, apesar de Reinaldo concordar que o PT foi um desastre para o país. Quando alguém sente prazer em presenciar qualquer desgraça ou punição popular sem amparo legal, esse prazer é tão doentio quanto todos os crimes reunidos de quem foi apontado em um julgamento feicebuquiano, pontua o jornalista que atualmente comenta política na televisão.

Uma coisa é querer justiça, outra é querer linchamento. Os que querem instituir a barbárie não são melhores que os criminosos. O jornalista aconselha aos que anseiam desesperadamente por ódio e vingança, uma investigação profunda na própria vida pessoal, pois descobrirão que há um que de miserável nela, causa evidente de um diagnóstico não tão precoce.