Header Ads

LightBlog

‘Nós pagamos R$ 7 mil para o prefeito ter um carro’, diz Edilando Brandão

O vereador Edilando Brandão (MDB) Foto: Will Assunção/JUP

O vereador Edilando Brandão (MDB) faz jus à fama de polêmico que ganhou ao se tornar vereador pelo município de Jussiape. Na sessão da última sexta-feira (7), o emedebista disse que “nós pagamos R$ 7 mil para o prefeito ter um carro”. 

O parlamentar ainda afirmou duvidar da legitimidade do direito de o gestor ter um transporte à disposição para que ele possa “se locomover do consultório a Jussiape”.

Calma! Não é só isso.

A polêmica também gira em torno de outra personagem igualmente polêmica: o secretário de Obras de Jussiape Alberto Silva, que, segundo Brandão, estaria fazendo baderna com o carro locado pela Prefeitura pelas ruas da cidade em plena madrugada. O secretário já protagonizou episódios controversos na internet, após se utilizar de um discurso de ódio, ao debater a impunidade de políticos, e expressar o desejo da pena de morte aos envolvidos.

No entanto, o vereador afirmou que, de qualquer modo, o carro não deveria estar disponível para “o secretário de Obras estar passeando à meia noite e caçoando da cara dos outros”, pontuou.

“A que ponto chegamos?”, indagou em seguida Brandão.

“Pagar R$ 7 mil em um carro para que uma pessoa fique caçoando da cara do eleitorado ou do jussiapense (!). O carro do gabinete é exclusivo do prefeito”, disparou Edilando.

Brandão afirmou ainda que o secretário chegou ao ponto de dizer, ao volante, em tom de deboche, que “estamos com carro novo”. Para o vereador, a atitude do secretário foi claramente uma afronta ao parlamentar: “rindo da minha cara”.

“Tem que se lembrar de que eu ainda sou um vereador dessa cidade e exijo respeito”, completou Edilando Brandão. O emedebista reiterou que com o dinheiro empregado em um carro de exclusividade do Executivo, daria para pagar o salário de sete funcionários no município. E finalizou ao dizer que “cabe respeito ao prefeito, pois quem com porcos anda, farelo come”.