Header Ads

LightBlog

Sem recuar, Vanusa Medrado discursa sobre projetos enviados ao Legislativo

Ao fundo a vereadora Vanusa Medrado discursa em sessão plenária da Câmara de Vereadores de Jussiape Foto: Will Assunção/JUP

Em tom firme e sem recuo de posicionamento, a vereadora Vanusa Medrado (PRP) discursou na sessão plenária desta sexta-feira (9) sobre os projetos enviados pelo Executivo ao Legislativo.

O discurso da vereadora da base do governo começou tratando do transporte público escolar, assim como as pendências que, segundo a vereadora, serão resolvidas até a próxima semana, como teria sido garantido pelo prefeito em um encontro com a parlamentar.

Vanusa Medrado seguiu levantando questões no que diz respeito aos projetos enviados à Casa, a exemplo do projeto que prevê a extinção do cargo de telefonista e outro que altera, em alguns pontos, a estrutura administrativa do município.

Na tribuna, a vereadora ainda discorreu sobre uma lei enviada pelo Executivo contra a prática do nepotismo. No entanto, a própria vereadora ressaltou a existência de uma lei similar, aprovada pela Câmara em anos anteriores, que pune a prática que favorece parentes de autoridade pública.

Sobre os cargos efetivos e temporários, a vereadora afirmou que os projetos, em específico, foram os que mais chamaram atenção dos vereadores, e lembrou que “não pode contratar funcionários, senão através de concursos públicos efetivos ou temporários”.

A vereadora disse ainda que se deparou com alguns projetos, os quais ela não concorda, mas reiterou que o exposto pertence ao manifesto de um pensamento democrático.

Com profissionais da saúde, que compõe o quadro de funcionários da Saúde do município, presentes na sessão, a vereadora os cumprimentou e os chamou de “colegas”. Vanusa Medrado foi aprovada em concurso público para o cargo de técnica de enfermagem, o qual exerce atualmente paralelo à legislatura de edil da Câmara de Vereadores de Jussiape.

Pontuada, Vanusa Medrado faz um alerta para o voto equivocado em projetos os quais os vereadores não concordam. No discurso, a vereadora aborda também a projeção de salários de funcionários da saúde, assim como um plano de carreira para a categoria.

A vereadora é concisa ao debater na Câmara sobre a defasagem dos salários de profissionais de diversas áreas. De acordo com Vanusa, é provável que “este seja o momento para se fazer algo”.

Em um discurso de aproximadamente 45 min, a vereadora questiona o valor que deverá ser pago a um técnico de enfermagem, previsto no projeto que cria cargos de natureza efetiva, enviado pelo Executivo. “Não tem como, não é legislando em causa própria”, disse a vereadora que é efetiva como técnica de enfermagem.

A vereadora, que compõe a tríplice do PRP na Câmara, ainda afirmou que ficou claro, inclusive, para o Executivo que ela questionou os projetos enviados pelo prefeito. Ela complementa ao dizer que um plano de carreira e salários deverá ser enviado para o gestor do município para ser analisado.

Assista ao discurso da vereadora Vanusa Medrado