Header Ads

LightBlog

ANÁLISE MORFOLÓGICA (25): pronomes indefinidos


Pronomes indefinidos são aqueles que fazem referência, de forma vaga, à 3.ª pessoa do discurso. É o que verificamos nos exemplos:
Alguém pode explicar o que aconteceu?
Todos ficaram felizes com a tua chegada.
Qualquer um serve.

Além dos constantes na tabela, também há locuções pronominais que têm o mesmo valor que pronomes indefinidos: cada qual, cada um, quantos quer (que), qualquer um, quem quer (que), todo aquele (que), seja qual for, seja quem for etc.

Classificação
Conforme a forma como são utilizados, os pronomes podem ser classificados como pronomes indefinidos substantivos ou como pronomes indefinidos adjetivos.

Pronomes Indefinidos Substantivos
alguém: Que tal se alguém me ajudasse?
algo: Ele tem algo para você.
nada: Não quero nada dele.
ninguém: Ninguém pode me obrigar a fazer isso.
outrem: Não responsabilize outrem pelo acontecido.

Pronomes Indefinidos Adjetivos
certo: Tem razão em certas coisas.

pronomes substantivos que podem ser utilizados com valor de pronomes adjetivos, ou o contrário.

Tudo é pronome indefinido substantivo, mas tudo isso e tudo o mais, por exemplo, assumem a forma de pronomes indefinidos adjetivos: Tudo isso parece um sonho.

algum, muito, outro, pouco, tanto são pronomes adjetivos que podem ser usados como pronomes substantivos: Dava para o outro o que tinha.

Variáveis:
Algum, alguma, alguns, algumas, nenhum, nenhuma, nenhuns, nenhumas, muito, muita, muitos, muitas, pouco, pouca, poucos, poucas, todo, toda, todos, todas, outro, outra, outros, outras, certo, certa, certos, certas, vário, vária, vários, várias, tanto, tanta, tantos, tantas, quanto, quanta, quantos, quantas, qualquer, quaisquer, qual, quais, um, uma, uns, umas.

Invariáveis:
Quem, alguém, ninguém, tudo, nada, outrem, algo, cada.