Header Ads

LightBlog

ANÁLISE MORFOLÓGICA (15): pronomes pessoais


Os pronomes pessoais indicam as pessoas do discurso: quem fala (1.ª pessoa), com quem se fala (2.ª pessoa) e de quem se fala (3.ª pessoa). Eles variam em gênero e número e são classificados de acordo com a função que exercem e sua tonicidade.

Quanto à função são divididos em: pronomes pessoais do caso reto e pronomes pessoais do caso oblíquo. E, de acordo com a tonicidade, são classificados em: pronome oblíquo átono ou pronome oblíquo tônico.

Os pronomes pessoais são aqueles que indicam a pessoa do discurso e são classificados em dois tipos:

Pronomes Pessoais do Caso Reto: exercem a função de sujeito, por exemplo: Eu gosto muito da Ana.

Pronomes Pessoais do Caso Oblíquo: substituem os substantivos e complementam os verbos, por exemplo: Está comigo seu caderno.

Pronomes Pessoais do Caso Reto
Os pronomes pessoais do caso reto têm a função de sujeito ou predicativo do sujeito. São eles:
Eu
Tu
Ele
Ela
Nós
Vós
Eles
Elas

Pronomes Pessoais do Caso Oblíquo
Os pronomes pessoais do caso oblíquo têm a função de complemento verbal ou complemento nominal. São eles:
me, mim, comigo
te, ti, contigo
o(s), a(s), se, lhe(s)
ele(s), ela(s), si
nos, nós, conosco
vos, vós, convosco

Pronomes Átonos e Tônicos
Conforme a tonicidade, os pronomes oblíquos podem ser átonos ou tônicos.

Os pronomes átonos são assim chamados porque não possuem acentuação própria e se sujeitam à tonicidade dos verbos. Além disso, eles não são precedidos por preposição. São eles:
me
te
o(s)
a(s)
se
lhe(s)
nos
vos

Os pronomes tônicos, por sua vez, possuem acentuação própria e são usados com preposição. São eles:
mim, comigo
ti, contigo
ele(s), ela(s), si
nós, conosco
vós, convosco

Observe que as formas comigo, contigo, conosco e convosco resultam da junção da preposição com e os pronomes mim, ti, nos e vos, respectivamente.

Quando o pronome vem depois da preposição mas antecede um verbo no infinitivo, deve ser utilizado o pronome do caso reto. Isso porque nesse caso, o pronome está exercendo a função de sujeito da oração.

Vamos ao exemplos:
Essa tarefa é para eu fazer.