Header Ads

LightBlog

Tire uma foto para a eternidade

John Lennon e Yoko Ono Foto: Reprodução

Tire uma foto para a eternidade! Apesar dela não aparecer aí por motivos óbvios, eu já tenho algumas para contar história. Repito: tire uma foto para a eternidade [...]. O conselho que estou disposto a oferecer é: fotografe um momento – ou vários – que ficará(ão) cravado(s) na eternidade. Serve uma foto com os velhos amigos, com o amor da sua vida, com a família ou mesmo com o seu cachorro!... Eternize o que você verá daqui a alguns anos em uma fotografia traduzida em momentos únicos (e, bem provavelmente, saudosistas) que não voltarão mais a se repetir e por isso merecem ser perpetuados.

Uma lembrança em imagem pode nos fazer recordar do passado de uma forma inesperada e gostosa [só vale se fizer bem, o que nos faz mal deve ser descartado], que nos trará a confortante e inesgotável certeza de que vivemos possivelmente da melhor maneira, ainda que o sonhado e o mais desejado não tenham acontecido.

Ao escolher a icônica foto do beatle John Lennon e de sua companheira Yoko Ono da forma que vieram ao mundo, eu quis trazer aos leitores o sentimento de infinidade, imortalidade, como a mensagem do integrante da banda de rock que ainda é propagada pelo mundo afora e que, em um contexto revolucionário, mudou a forma de a humanidade enxergar o planeta, além de ter se consagrado como um integrante de um dos movimentos artísticos mais importantes da história da música.

Dentre tantos detalhes no caminho da eternidade ficam alguns que se tornaram curiosos. Eis:

- A nudez sempre foi algo bem natural para o casal, logo eles decidiram estampar na capa do disco “Two Virgins” (1968) uma foto exibindo a nudez dos dois;

- No dia 8 de dezembro de 1980, John Lennon foi assassinado a tiros pelo fã Mark Chapman, em Nova York, nos EUA. Seu filho Julian tinha 17 anos na época, a mesma idade que John tinha quando sua mãe morreu assassinada por um motorista bêbado;

- Em 1966, John causou polêmica ao afirmar à imprensa que os Beatles eram mais famosos que Jesus Cristo. Ele se justificou ao dizer que “os jovens falavam mais dos Beatles do que de Jesus Cristo”;

- A capa da ‘Rolling Stone’ em que John Lennon aparece nu, em posição fetal, abraçado sua esposa Yoko, foi eleita a melhor capa de revista norte-americana. A edição saiu nas bancas em 1981.

- A música “Imagine”, de John Lennon, é a mais rejeitada em funerais britânicos. Os padres têm o direito de barrar a execução de músicas consideradas inapropriadas. “Imagine” é geralmente contestada pelo verso “Imagine there’s no heaven” (imagine que não exista o paraíso);

- A foto de John Lennon nu abraçado na esposa Yoko Ono foi tirada por Annie Leibovitz no dia do assassinato do cantor. A fotógrafa saiu do apartamento do casal por volta de 15h30, horas antes de Lennon ser morto na porta do local;

- John devolveu sua medalha de Membro do Império Britânico à rainha Elizabeth para protestar contra o envolvimento do Reino Unido na Guerra do Vietnã;

- Não foi registrado nenhum assalto ou homicídio nos Estados Unidos durante os cinco primeiros minutos da primeira apresentação dos Beatles no programa de TV de Ed Sullivan, em 1964;

- Uma vez, John Lennon tentou gravar ‘Yellow Submarine’ debaixo d'água. Mas para conseguir tal proeza, ele teve que colocar um preservativo no microfone para evitar choques elétricos;

- A privada de Lennon foi leiloada pelo valor de U$ 14 mil;