Header Ads

LightBlog

Chamar a atenção ou chamar à atenção?


Dentre as muitas locuções que envolvem o vocábulo atenção, vamos tratar apenas das que têm o sentido de repreender, advertir, censurar, admoestar. Nesse caso, chamar a atenção de (alguém) é a expressão mais empregada no Brasil, enquanto chamar (alguém) à atenção é considerada uma construção mais clássica, explica Sérgio Rodrigues em sua coluna no site da Veja.

Sérgio segue afirmando que o Houaiss registra, para tal acepção, apenas a forma chamar a atenção de – a mesma que volta e meia vemos estigmatizada como erro por análises lusófilas.

Já o dicionário da Academia das Ciências de Lisboa considera exclusiva, com o sentido de fazer um reparo, uma crítica, a forma chamar (alguém) à atenção, de construção similar a de expressões como chamar à ordem e chamar à razão.

Uma espiada nos mecanismos por trás dessas locuções ajuda a compreender tanto sua diferença quanto sua alma comum. É legítimo supor que a acepção de repreender surgiu como expansão semântica de outra, esta mais colada ao sentido original de atenção: chamar a atenção como sinônimo de alertar, fazer notar, lembrar, apontar.

Ora, esta última locução é empregada de forma idêntica em Portugal e no Brasil: Chamou a atenção do filho para os estudos é uma frase sobre a qual não paira controvérsia e que também pode ser formulada de forma um pouco diferente, sem prejuízo semântico algum: Chamou o filho à atenção para os estudos.

Como ninguém ignora a distância entre apontar, alertar, repreender, admoestar, criticar é bem pequena, questão de ênfase: para não fugir do nosso exemplo, basta que o tal filho esteja pouco disposto a encarar os estudos. Isso deixa claro por que as formas chamar a atenção (do filho) e chamar (o filho) à atenção chegaram, em seu desenvolvimento semântico, exatamente ao mesmo lugar.

Embora, o postulado acima afirma que as duas acepções se tornam de uso singular, alguns gramáticos consideram que ambas as expressões existem, mas possuem significados diferentes, conforme regista o Dicionário da Língua Portuguesa Contemporânea da Academia das Ciências de Lisboa.

Chamar a atenção: significa despertar interesse ou curiosidade ou ser bem visível. Pode ser também significar fazer nota ou destacar, quando seguidas das preposições de, para ou sobre.

Chamar à atenção: significa fazer uma crítica ou reparo.