Header Ads

LightBlog

Devo utilizar: grávida, prenhe ou prenha?

Segundo o Grande Dicionário da Língua Portuguesa de José Pedro Machado, grávido significa que está no estado de gravidez, prenhe, pejado e carregado, muito cheio pesado. Logo, estas acepções levariam a crer que grávida é o mesmo que prenhe.

No entanto dicionários recentes como o Houaiss e o da Academia das Ciências de Lisboa acolhem grávida como um vocábulo com um significado próprio, definindo a palavra como mulher em estado de gravidez.

Em contrapartida, no dicionário da Academia das Ciências de Lisboa surgem prenhe e a sua variante popular prenha (não reconhecida pela norma culta) como termos que designam a pessoa ou o ser que se encontra em estado de gravidez ou de prenhez.

O Dicionário Houaiss só registra prenhe, cujo significado aqui relevante é que está em período de gestação (diz-se geralmente de fêmeas); pejado, grávido.

Em Portugal, só num registro arcaico ou popular é que prenhe e grávida têm como mesmo referente a mulher em estado de gravidez. Noutros registros e no português corrente em geral, uma mulher só pode estar grávida. Quanto à fêmea de qualquer outro animal, emprega-se em princípio prenhe, embora, em seu lugar, se verifique certa tendência para usar também grávida.