Header Ads

LightBlog

Quem foi Jamba?

COM INFORMAÇÕES DO MUSEU DE ANTIGUIDADES DE JUSSIAPE

                      Foto: Acervo do MASOLS

João Batista Luz, conhecido popularmente como Jamba, foi um político jussiapense que ocupou o cargo de vereador, quando Jussiape ainda pertencia a Barra da Estiva e prefeito, após a emancipação de Jussiape em 9 de julho de 1962.

Nascido na antiga Vila de Jussiape no dia 24 de Junho de 1923, é filho de João da Rocha Luz e Elisa Caires Luz. Estudou dos doze aos dezoito anos na escola Professor José Manços Freire. Casou-se com Olga Bomfim Luz, com quem teve dois filhos: Geraldo Bomfim Luz e João Bomfim Luz.

Em 1958, elegeu-se vereador pela Câmara Municipal de Barrada Estiva e legislou até 1962. Após a emancipação de Jussiape, em 7 de outubro de 1962, foi eleito vereador do município de Jussiape.

Em 7 de abril de 1963, tomou posse como vereador da Câmara Municipal onde ocupou o cargo de vice–presidente. Em 1966, foi candidato a prefeito e derrotado pelo seu opositor, Silvio Alves da Silva.

Já em 1970, João Batista Luz foi eleito prefeito de Jussiape com uma frente de 1.203 votos. A sua gestão foi curta, durou de 1971 a 1973, indicando Reginaldo Luz Bomfim como candidato que venceria as próximas eleições.

Em 1976, João Batista Luz concorre à Prefeitura de Jussiape com Almir Silva Luz, alcançando vitória com 1.588 votos de frente. Sua posse aconteceu no dia 1º de janeiro de 1977. O seu pleito durou de 1977 a 1982. João Batista Luz veio a falecer no ano de 2009, na casa de Saúde Ana Medrado Luz, em Jussiape.

Destacam-se como suas principais obras:
Na Educação: o Grupo Escolar Deputado Horácio de Matos; o Colégio Cenecista Dr. Edgard Prates e a Escola de 1º Grau Eraldo Tinoco Melo, além de uma instituição de ensino e Caraguataí.

Na Saúde: Dois postos de saúde, um na sede e outro no povoado do Riacho do Espinho.

Infra Instrutura: Rede de água e esgoto, iluminação pública, pavimentação nas principais ruas e praças da cidade, serviço de telefonia, sinal de TV, jardim da Praça Rodrigo Alves Teixeira e outro na 9 de Julho.