Header Ads

LightBlog

Após quase dez meses do assalto à agência, Banco do Brasil desiste de retornar a Jussiape

Foto: Reprodução

O Banco do Brasil desistiu da possibilidade de reabrir a agência ou instalar um posto avançado na cidade. A informação da coluna #assuntasó, publicada na Jussi Up Press nesta quarta-feira (4), é exclusiva e ainda não foi anunciada oficialmente pelo banco.

Em meio a incertezas sobre o retorno das atividades do Banco do Brasil na cidade, a população se vê obrigada a se deslocar até o município vizinho de Rio de Contas, quando não a Livramento de Nossa Senhora, e disputar uma vaga na fila para garantir atendimento em agências de outras cidades.

O Banco do Brasil teria recuado após o Bradesco conseguir, através de uma liminar, ser a nova responsável pela gestão da folha de pagamento dos aposentados e pensionistas, que antes recebiam benefícios pela agência 4194-7 do Banco do Brasil.

Sem o funcionamento da agência do Banco do Brasil em Jussiape desde dezembro de 2016, após ser alvo de um assalto com dinamites e ter a estrutura do prédio comprometida, o Bradesco cogita abrir uma agência ou um posto avançado na cidade.

Na Câmara, o vereador Raul de Cassio (PDT) disse que representantes do banco estavam à procura de um local para a instalação de um novo ponto em Jussiape. De acordo com a informação do pedetista, alguns locais na cidade já teriam sido considerados para abrigar uma agência ou mesmo um posto avançado.

Um superintendente do Banco do Brasil teria afirmado ao superintendente do Bradesco, segundo o vereador Raul de Cassio, que não haveria interesse da instituição em reabrir a agência na cidade neste momento.

O vereador disse ainda que foi informado por funcionários do Bradesco que o banco tenta um acordo para que uma agência seja aberta na cidade.

FRÁGIL ESPERANÇA
A esperança de que a cidade poderia ganhar um novo ponto do Banco do Brasil, anunciada na última sexta-feira (29), na Câmara, pelo vereador do PMDB José Roberto, foi arrematada. O peemedebista fez questão de deixar claro que a informação foi repassada pela gerente da antiga agência do banco na cidade.

A possibilidade da instalação de um posto avançado do Banco do Brasil na cidade havia sido cogitada por instâncias superiores do Banco do Brasil. Contudo o que a funcionária do banco teria dito é que em breve a cidade poderia ganhar um ponto com alguns serviços, como caixas eletrônicos e atendentes para realizar pequenos processos burocráticos.

A Jussi Up Press entrou em contato com funcionários do Banco do Brasil na manhã desta quarta-feira, mas até o fechamento desta matéria nenhuma informação foi confirmada.

O vereador Edilando Brandão (PMDB) tem tentado, através de uma comissão formada por vereadores, acelerar o retorno das atividades bancárias na cidade.

CONTAS MIGRADAS
A folha de pagamento com contas da agência 4194-7, do Banco do Brasil, pertencentes a aposentados e pensionistas de Jussiape foi migrada para o Bradesco sem aviso prévio.

Na última segunda-feira (25/10), aposentados e pensionistas ficaram apreensivos por não conseguirem sacar os seus benefícios e, em seguida, se surpreenderam com a informação de que as suas contas haviam sido transferidas para outro banco.

De acordo com o vereador José Roberto, como o Banco do Brasil não disponibilizou nenhum ponto na cidade onde operações bancárias fossem realizadas, o Bradesco entrou com uma liminar reivindicando o serviço prestado ao público.

O peemedebista informou que entrou em contato com a gerente da agência do Banco do Brasil de Jussiape para questionar o ocorrido. No entanto ele disse que os serviços ofertados pelo banco postal não cumpria algumas exigências previstas no edital, como a instalação de portas giratórias e a contratação de guardas.