Header Ads

LightBlog

Com peixeira na mão, homem percorre 15 km atrás do prefeito de Jussiape

Última atualização às 18h
Um homem de 32 anos foi abordado pela polícia na tarde desta segunda-feira, 1º, por volta das 15h40, após percorrer 15 km em busca do prefeito de Jussiape Éder Jakes (PMDB), informou a Polícia Militar.

O homem, identificado como Hermílio Neto da Silva Santos, residente da Cana Brava, povoado de Jussiape, tentou encontrar o prefeito portando uma faca, tipo peixeira, mas logo foi detido por policiais da guarnição da 46ª CIPM, na Praça Rodrigo Alves Teixeira, centro da cidade.

No momento da ação, o prefeito não estava na cidade, segundo informou fonte ligada ao Executivo.

Segundo informações obtidas pela Jussi Up Press, Hermílio Neto é portador de doenças mentais e mantém acompanhamento médico no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), na cidade de Livramento de Nossa Senhora, e já estava alguns dias sem ser medicado.

Até o momento, não se sabe o que o motivou a ameaçar o prefeito. No entanto segundo rumores, o jovem teria ido atrás do gestor municipal para vingar a sua irmã, que teve o salário diminuído pela metade e saído do cargo que ocupava na Educação. Segundo fontes próximas à família de Hermílio Santos, os rumores ganham reforço, pois o seu pai havia feito parte da campanha do prefeito Éder.

Após minutos de conversa com policiais militares, auxiliados pelo pai, o jovem foi convencido a entregar a faca. Logo em seguida, ele foi levado à Casa de Saúde Ana Medrado Luz, onde foi medicado. Segundo familiares, Hermílio Santos sofre de distúrbios mentais.

Hermílio Neto foi liberado logo após o incidente.

Na última semana, um muro de um colégio municipal foi pichado com ofensas contra o prefeito e a primeira-dama. Em uma parte dos muros estava escrito de forma imperativa "QUEREMOS FORA". Até o momento, nenhum suspeito foi identificado.

Por conta dos últimos incidentes, a segurança do prefeito deverá ser revisada.