Header Ads

LightBlog

Após mobilização de moradores, ONG resgata cão que agonizava no centro de Jussiape

Cão é resgatado por ONG Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

A Associação de Proteção aos Animais (APA) resgatou na manhã deste domingo (28), o cão que agonizava há cerca de uma semana na Praça Rodrigo Alves Teixeira, centro de Jussiape, em frente ao prédio da Câmara Municipal de Vereadores.

O animal foi levado para Livramento de Nossa Senhora, a 49 km de Jussiape, onde permanecerá em um abrigo e receberá cuidados veterinários. 

Cão é resgatado por ONG Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

O animal, que pôde ter sido vítima de atropelamento ou de maus tratos, teve parcialmente o movimento do corpo comprometido, apesar de conseguir ficar em pé por alguns minutos.

Para moradores e frequentadores da Rodrigo Alves Teixeira, se tornou mais fácil de acreditar que o animal tenha sido vítima de agressão. Muitos relatam que não raramente gatos e cães são envenenados naquela parte da cidade.

Desde a última semana, o cão, que permanecia deitado em frente ao prédio da Câmara, vinha recebendo alguns cuidados de pessoas que notaram a presença do animal debilitado. É provável que sem os cuidados de todos os moradores que se sensibilizaram pela condição do animal, ele não teria chance de sobreviver.

A Reportagem da Jussi Up Press acompanhou os últimos dias do cão até o seu resgate.


Cão é resgato por ONG Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

Desde a última sexta-feira (26), o cão gania alto e se contorcia de dor, enquanto mantinha o corpo repousado em um monte de areia. Na noite do sábado (27), após receber medicação para dor, ele voltou a ingerir alimentos. Já na manhã de hoje, ele havia conseguido defecar e urinar e já se arrastava, além de demonstrar sinais de melhora.

A Prefeitura de Jussiape não dispõe de um programa de castração de cães e gatos, nem possui um canil onde possa abrigar os animais que ficam soltos pela rua.

Na última sexta-feira (26), outro cachorro foi atropelado por um caminhão na Praça Rodrigo Alves Teixeira, próximo ao local onde o cão, tema da reportagem, se encontrava, mas, não conseguiu sobreviver.

Em diversos pontos da cidade, a qualquer hora do dia, é possível se deparar com vários cães, muitos deles sem donos, transitando livremente entre veículos e pedestres.

Vídeo mostra o momento do resgate