Header Ads

LightBlog

O que sabemos sobre os maçons de Jussiape?

Will Assunção

Foto: Will Assunção/Jussi Up Press
    Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

ORDEM SECRETA
Desde que a vila passou a ser cidade, o mito de que homens renomados da sociedade jussiapense fariam parte de uma das mais antigas ordens secretas da humanidade tornou-se uma ideia fixa na mente de uma parcela curiosa da população. O tema, ainda hoje, é tratado como tabu, e deixa suspensa uma dúvida com ideias instigantes: seria possível a participação de concidadãos jussiapenses na seita secreta mais famosa da história do planeta? Não apenas é possível, como é verdade também.

Mas, calma lá, a história é provavelmente menos empolgante do que você imagina. Pois é, a maçonaria não é mais tão secreta assim. Basta notar o anel cravado no dedo de um dos mais conhecidos maçons de Jussiape, ostentando o compasso maçônico, um dos seus símbolos mais utilizados mundo afora. Hoje em dia, os integrantes da famosa ordem secreta não escondem sua participação em um grupo seleto que tem como objetivo defender ideais de igualdade, liberdade e fraternidade, os mesmos da Revolução Francesa (1789-1799).

HISTÓRIA
Para maior parte dos historiadores, foi na Idade Média, especificamente na Europa, que se estruturou a história dos maçons, onde teria começado na forma de sindicatos de pedreiros (masons em inglês). E na hora do almoço deixavam suas ferramentas escondidas em lojas (lodges), explica Jegers H. Paul, jornalista americanos em seu livro “Maçons”, e mantinham em segredo seus métodos de construção, pois eram a garantia de melhores salários.

MÁ FAMA
Diferente de muitas religiões que tentam a qualquer custo converter os não fiéis e, desse modo, garantir uma suposta salvação, os verdadeiros maçons não fazem promessas de “salvação”, nem tentam de alguma forma, converter ninguém. Acusados de quererem dominar o mundo e até mesmo de realizarem pacto com o Diabo, a maçonaria se tornou alvo de difamação e especulação desde o seu surgimento. Especialmente a partir do século 18, quando a Igreja Católica se opôs radicalmente à ordem secreta, devido aos seus princípios libertários e humanistas. 

Em 1983, quando comandava a Congregação para a Doutrina da Fé, Bento 16, o papa que renunciou ao maior cargo da Igreja Católica, publicou a Declaração sobre as associações maçônicas. O texto não deixa dúvidas: “Os fiéis que pertencem às associações maçônicas estão em pecado grave”, escreveu.

JUSSIAPE
Em Jussiape, a ordem é comumente apontada por protestantes como projeto de Lúcifer na Terra. A ideia é tão amplamente divulgada que chegou ao ponto de um professor da rede pública municipal defender essa teoria em sala de aula. O que se sabe é que os maçons são proibidos de falar de religião dentro de seus próprios templos.

CÓDIGOS SECRETOS
Ao longo da história, os maçons desenvolveram códigos secretos para poderem se reconhecer em meio a outras pessoas. Segundo Nelson Nunes, maçom desde 1983, esses códigos secretos podem está no aperto de mão, por exemplo. Ao apertar as mãos, os dedos, indicador e o médio, tocariam o pulso do outro maçon. Já no abraço, o sinal secreto estaria em bater três vezes nas costas do outro. Outra forma de comunicação seria ficar de pé ereto com os pés em forma de esquadro. Além dos três pontos em forma de delta (.:) na escrita. Hoje, boa parte desses segredos já se transformou em domínio público.

QUER SER MAÇON?
Para ser maçom é necessário ter ficha limpa, ser maior de idade e acreditar em alguma força inteligente que rege o cosmo. Seja Ganesha, um deus hindu com corpo humano e cabeça de elefante, Zeus, o deus do Olimpo, ou mesmo o nosso bem conhecido Jesus Cristo, filho do Javé, criador do Universo no cristianismo. O objetivo é formar homens melhores e fazer com que eles se libertem dos dogmas estabelecidos pela humanidade.