Header Ads

LightBlog

Com mais de cem sócios e em ruínas, prefeito projeta recuperação do Clube Social Jussiapense

Após inúmeras tentativas por parte de gestores e sócios, o Clube Social Jussiapense, na Avenida São José, é alvo de um esforço de Éder Jakes, PMDB, para a recuperação da estrutura física e remoção dos escombros.

Em entrevista à Jussi Up Press, o prefeito disse que projeta uma parceria público-privada para que o funcionamento do espaço seja retomado. “Nós queremos ver se existe uma forma legal de fazer uma parceria público-privada para poder restaurar o Clube Jussiapense, que hoje se encontra em completo abandono”, afirmou.

Clube Social Jussiapense Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

INVESTIDAS
Ostentando um destino (in)certo, o Clube já foi do interesse dos ex-prefeitos Procópio Alencar, em 2012, e, do seu sucessor, Gilberto Freitas, em 2013, mas a proposta de reavivamento não progrediu. Parte dos membros associados chegou a se reunir para discutir um projeto de autoria do ex-prefeito Procópio Alencar, que declarava de utilidade pública o espaço. Depois de apresentado, ainda em 2012, o projeto foi engavetado e os sócios não conseguiram chegar a um acordo para recuperação do local.

DESABAMENTO
Após parte do teto do Clube desabar em novembro de 2012, Gilberto Freitas, prefeito à época, já nos seus primeiros meses de mandato, em 2013, engrossou o tom e estipulou um prazo de 60 dias para que um posicionamento fosse apontado pela diretoria do Clube. O ex-prefeito chegou a dizer que se as medidas não fossem tomadas, a Promotoria Pública seria acionada, ou ele próprio interviria através da Justiça.

Clube Social Jussiapense Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

FECHADO
Há mais de vinte anos fechado, o Clube Social Jussiapense deixou de sediar eventos, como bailes carnavalescos, shows e solenidades, depois de ter sua estrutura comprometida e constar risco de desabamento.