Header Ads

LightBlog

IRRIGAÇÃO IRREGULAR: Sim, nós podemos ficar sem água!

IRRIGAÇÃO IRREGULAR
Um dos principais motivos para acontecer a irrigação irregular em Jussiape é a falta de outorga, ou seja, a aprovação legal do governo para a retirada da água e o seu uso, explica Antônio Carlos Luz, engenheiro agrônomo e ex-secretário de Agricultura Jussiape. 

O modo mais indicado para conseguir uma outorga é através do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (INEMA), mas nem todos seguem o protocolo legal e acabam arranjando um jeitinho para conseguir água. 

No município, muitos produtores além de não possuírem a aprovação do governo para a retirada da água do rio, não deixam a vazão mínima exigida, consumindo uma quantidade enorme do recurso hídrico, afirma Antônio Carlos. Como consequência óbvia vem a seca e o extermínio do rio, já que são retirados milhares de litros por dia em diversos pontos das margens do Contas.

Rio das Contas seco após estiagem Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

AGROTÓXICO MATA!
O alerta veio de um evento promovido pela Secretaria de Agricultura de Jussiape, em 2014, que contou com a participação do fiscal estadual da Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), Weber Aguiar. No encontro que reuniu a imprensa, autoridades e produtores, o funcionário da Adab alertou sobre os riscos à vida humana e as consequências que podem atingir o meio ambiente pelo uso indevido do agrotóxico. 

Apesar de existirem leis específicas para regulamentar a venda e uso de agrotóxicos, autoridades do estado da Bahia reconhecem que há falhas na fiscalização. A falta de cuidados do homem do campo na aplicação do agrotóxico traz sérios riscos à saúde do trabalhador rural. 

Os agrotóxicos apresentam grande risco à saúde humana, pois várias pessoas costumam ficar em contato direto com o veneno e, principalmente, por não realizarem o procedimento correto de sua aplicação. Por não utilizar os equipamentos de segurança necessários, qualquer um pode ficar exposto aos riscos do produto químico. O contato direto com o veneno pode provocar inúmeros efeitos à saúde entre eles diversos tipos câncer e comprometimento na gestação. 

O que não pode ser esquecido também é que os produtos cultivados com agrotóxicos levam o mal do veneno para o seu organismo, transformando o seu corpo em uma bomba relógio. Portanto, saiba o que você consome na hora do almoço.

RESPONSÁVEIS
A irrigação irregular feita por muitos produtores em Jussiape, numa área que ainda não conseguiu ser totalmente estimada, pode comprometer o abastecimento no município, além de interferir diretamente no sistema que abastece a cidade, já prejudicado pelo baixo nível do Contas em meses que não costumam chover na região. 

A avaliação parte da Secretaria de Agricultura do município que vê na expansão da monocultura um cenário que tem piorado e muito, já que os produtores não possuem um controle da retirada da água do rio que corta boa parte da região, incluindo Jussiape. 

Num futuro não muito distante, nossa realidade pode ficar muito próxima a de nossos vizinhos. Só para citar, o município de Livramento de Nossa Senhora sofre atualmente com a falta de água devido o descontrole da irrigação que secou boa parte do que ainda restava do Rio Brumado e do sistema Luiz Vieira, tudo em nome do agronegócio. 

Em Jussiape não é diferente, apesar das chuvas constantes que caíram nos últimos meses antes da reforma da barragem, o sistema Duas Ilhas não transbordou por muito tempo, dando sinais claros de que algo precisa ser feito com urgência. Mas, o quê? Muitos engenheiros e ambientalistas apontam como saída investimentos na própria barragem, como já foi feito, além de um controle eficiente da água que é retirada do rio.