Header Ads

LightBlog

A 'supercheia' de 2014, quem se lembra?

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

No fim do ano de 2014 choveu tanto em Jussiape que as propriedades às margens do Rio das Contas foram invadidas pelas águas das chuvas. Os animais foram retirados dos pastos sob o risco de morrem afogados e a estrutura de várias casas foram ameaçadas pelo temporal. Mas, o que fez todos saírem de suas casas e partirem para as margens do rio foi o espetáculo que se formou na Barragem Duas Ilhas, no sistema que abastece a população jussiapense.

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

As fortes chuvas que caíram na região da Chapada Diamantina (BA) fizeram o Rio das Contas, em Jussiape, transbordar em diversos pontos do seu trajeto pelo município. O rio ganhou mais volume com a chegada da água proveniente das chuvas incessantes que caíram na região e o açude virou atração turística.

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

Considerada a maior cheia dos últimos dez anos, o volume de água do rio cobriu o topo do sistema que abastece o consumo humano em Jussiape. A sua vasão que se transformou em um espetáculo da natureza e que, por dias seguidos recebeu visitas da população, turistas e visitantes que se deslumbram com as águas caudalosas do principal cartão-postal da cidade, pode ser um aviso da natureza respondendo à ação do homem.

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

O fenômeno pode não voltar a acontecer por tão cedo. A antiga ponte que liga às margens do rio foi coberta pela cheia. Já a nova ficou marcada pela água até a sua base. Impossível esquecer.

A supercheia de 2014 Foto: Gulliver Ribeiro/Jussi Up Press

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press

A supercheia de 2014 Foto: Will Assunção/Jussi Up Press